Bélgica

Menina de dois anos morta por bala em perseguição policial

Menina de dois anos morta por bala em perseguição policial

O Ministério Público de Mons anunciou esta sexta-feira que a menina curda de dois anos que morreu na quinta-feira numa carrinha que transportava migrantes intercetada pela polícia foi mortalmente atingida por uma bala.

"A autópsia permitiu determinar que a causa da morte foi uma bala que entrou na bochecha", disse à AFP um responsável do Ministério Público de Mons (70 quilómetros a sul de Bruxelas), Frédéric Bariseau, escusando-se a confirmar se o disparo foi feito pela polícia e recomendando "prudência" em relação a esta hipótese.

Segundo a imprensa belga, a perseguição ocorreu na autoestrada E42 Namur-Mons, na noite de quarta para quinta-feira, e a divisão de Tournai do procurador do Rei tinha já adiantado a hipótese de ter sido a polícia a disparar sobre a criança.

Segundo a procuradoria de Tournai, a carrinha foi intercetada pela polícia que, ameaçada pelo condutor do veículo, disparou para o fazer parar.

Na carrinha estavam 30 pessoas, das quais quatro crianças, tendo a menina de dois anos sido assistida por socorristas, sem sucesso, no local.

A operação policial está a ser investigada por uma entidade independente, foi ainda adiantado.

ver mais vídeos