França

Mulher de 102 anos suspeita de assassinato em lar de idosos

Mulher de 102 anos suspeita de assassinato em lar de idosos

Uma idosa de 102 anos é a principal suspeita do assassinato de uma mulher de 92 anos numa casa de repouso em França.

A principal suspeita está internada num hospital psiquiátrico. De acordo com a BBC, foi a própria mulher quem confessou ter assassinado uma pessoa.

Foi uma das funcionárias do lar de idosos, em Chézy-sur-Marne, no norte de França, que encontrou a vítima sem vida deitada na cama, com marcas de ferimentos na cara.

De acordo com os exames médicos, a causa da morte foi "estrangulamento e golpes na cabeça". Segundo revela a agência "AFP", a mulher de 102 anos estava "bastante agitada e confusa" quando foi encontrada.

As autoridades estão agora à espera do resultado dos exames psiquiátricos para determinar se a suspeita é ou não responsável criminalmente pelo assassinato.