Egipto

Mulher de Mubarak entregou parte dos bens pessoais ao Estado

Mulher de Mubarak entregou parte dos bens pessoais ao Estado

A mulher do ex-presidente egípcio Hosni Mubarak, Suzanne Zabet, que estava em prisão preventiva, foi libertada, esta terça-feira, depois de ter entregue parte dos seus bens pessoais ao Estado.

Fontes judiciais citadas pela agência EFE referiram que o departamento de Enriquecimento Ilícito do Ministério da Justiça ordenou a libertação sob fiança para Suzanne Zabet, que devolveu 20 milhões de libras egípcias (cerca de 2,3 milhões de euros) e uma casa localizada no bairro Helipolis, no Cairo.

Zabet também autorizou o procurador-geral egípcio, Abdelmeguid Mahmud, a investigar e a recuperar os fundos que possua no estrangeiro.

As fontes adiantaram que dentro de horas se espera que o ex-presidente Mubarak renuncie de forma pública aos bens dos quais é proprietário.

O diário "Al Shoruq" publicou, esta terça-feira, que Hosni Mubarak está a preparar una carta para pedir desculpa ao povo egípcio, onde expressará a sua disposição e a da mulher de renunciar a todo o seu património.

A mulher de Mubarak está internada no hospital de Charm el-Cheik, perto da costa do mar Vermelho, devido a uma crise cardíaca que sofreu na passada sexta-feira quando foi informada de que era alvo de uma mandado de detenção preventiva, de 15 dias, emitido pelo ministério da Justiça por alegado enriquecimento ilícito.

Zabet, acusada de acumular uma enorme fortuna graças ao poder do marido, sofreu um problema cardíaco depois de as autoridades começarem a preparar a transferência para a prisão feminina de Al Qanater al Jeiria, no norte do Cairo.