EUA

Mulher foi obrigada a dar à luz com as mãos e os tornozelos algemados

Mulher foi obrigada a dar à luz com as mãos e os tornozelos algemados

Uma mulher norte-americana terá sido obrigada dar à luz, em Nova Iorque, enquanto estava algemada nos pés e nas mãos.

O caso terá acontecido em fevereiro e foi agora revelado pelo jornal "The New York Times". Grávida de 40 semanas, a mulher, então com 27 anos, estava dentro de uma cela da polícia no Bronx, quando entrou em trabalho de parto e foi levada pela polícia para um centro médico. Já no interior do Montefiore Medical Center foi algemada nos pés e nas mãos pelas autoridades.

O jornal explica que os médicos que estavam a trabalhar nesse dia avisaram a polícia de que se tratava de uma prática ilegal em Nova Iorque e que representava graves riscos para a saúde da mulher. Apesar da insistência, os polícias não retiraram as algemas à mulher.

Na queixa que deu entrada esta semana no Tribunal Federal em Manhattan é explicado que a mulher "lutou cerca de uma hora" até que um dos polícias lhe removeu algumas das algemas. Ainda assim, teve a criança com a mão direita algemada à cama do hospital.

A mulher, que pediu para se manter anónima, explicou que se sentiu humilhada e que a traumatizou de tal forma que nem à família contou o que tinha acontecido. "Eu continuo sem perceber o que aconteceu e não estou preparada para contar ao meu filho", disse, citada por aquele jornal norte-americano.

O processo pede uma indemnização pela violação dos direitos civis da mulher e exige que o departamento da polícia mude o seu protocolo de forma a evitar a repetição deste tipo de situações no futuro.

ver mais vídeos