O Jogo ao Vivo

Crime

Mulher grávida de seis meses degolada em Espanha

Mulher grávida de seis meses degolada em Espanha

A Polícia Nacional, em Espanha, está a investigar a morte de uma mulher de 36 anos que foi encontrada morta, em casa, em Xàtiva, junto a Valência. O alerta foi dado pelo próprio marido que chegou a casa e viu a mulher, grávida de seis meses, já sem vida.

Segundo explica o jornal "El País", o homem, quando regressou a casa depois do trabalho, encontrou a mulher já sem vida e deu o alerta às autoridades.

Até ao momento, a polícia não fez qualquer detenção e não descarta nenhuma hipótese, sendo que não há qualquer denúncia de maus tratos por parte da mulher contra o companheiro. De acordo com o jornal "La Vanguardia", o homem acompanhou as autoridades durante as primeiras perícias.

A mulher, de 36 anos, vivia naquela zona há mais de um ano. O homem, um agricultor de 32 anos, pediu ajuda aos vizinhos para alertar os serviços de emergência. De acordo com fontes relacionadas com a investigação, o homem estaria a trabalhar no momento em que a mulher morreu,

Vizinhos do casal revelaram ter ouvido gritos e uma discussão ao início da tarde. Apesar de não ter sido a primeira vez que tal aconteceu, outros vizinhos dão conta de que o casal levava uma vida aparentemente normal e sem qualquer problema.

A polícia não deixa de parte a possibilidade de roubo ou a hipótese de a mulher se dedicar à prostituição sem conhecimento do marido. Os responsáveis pelo município de Xàtiva já classificaram o crime como "execrável" e decretaram um dia de luto.