Mundo

Multado em apenas 17 segundos

Multado em apenas 17 segundos

O número de multas no Reino Unido disparou, devido a um sistema de vídeovigilância para o controlo de estacionamentos. Já foram emitidas cerca de quatro milhões de multas. Até condutores que pararam por alguns segundos não escaparam.

Desde que surgiram os carros equipados com as câmaras CCTV, mais de quatro milhões de multas de estacionamento foram emitidas.

Em vez do tradicional bilhete de aviso no pára-brisas do carro, os condutores recebem a multa, gerada automaticamente pelo sistema, pelo correio, o que tem contribuído para o aumento exagerado da emissão de multas. O mau uso das câmaras de estacionamento tem sido criticado pelas autoridades britânicas.

Mais de oito mil motoristas têm recorrido aos tribunais por considerarem ter sido injustamente multados. Um dos casos mais surpreendentes resulta da emissão de uma multa de estacionamento com base nas imagens do circuito interno do sistema CCTV, que dura apenas 17 segundos.

Num outro caso, a multa de estacionamento surge depois de um veículo ter parado por 46 segundos para permitir que o condutor e o passageiro trocassem de lugar.

O relatório do Conselho Penal de Tráfico revelou que, muitos carros equipados com o sistema CCTV estacionavam nas linhas contínuas para "picar" os condutores e ainda que não existiam sinais de alerta a avisar os condutores que o sistema CCTV estava em operação, segundo o jornal inglês "The Telegraph".

Os automobilistas sentem-se indignados com a "caça à multa" e referem que as autoridades estão a usar este sistema de penalização para "encher os buracos negros dos cofres". O Governo já orientou as autoridades para o uso "moderado" deste sistema de câmaras CCTV.

"A guerra contra motoristas está longe de terminar", disse Hugh Blandon, representante da Associação de Condutores Britânicos, acrescentado que "os conselhos estão desesperados por dinheiro e o condutor é um alvo fácil".