Brasil

Operação da polícia deixa oito mortos em favelas do Rio de Janeiro

Operação da polícia deixa oito mortos em favelas do Rio de Janeiro

Oito pessoas morreram numa operação da Polícia Civil no complexo de favelas da Maré, localizado na zona norte da cidade brasileira do Rio de Janeiro, disse fonte policial.

Vídeos divulgados por moradores e informações do portal de notícias g1 confirmam o som de disparos enquanto um helicóptero da polícia sobrevoa o conjunto de favelas do complexo da Maré.

A organização não-governamental Redes da Maré divulgou alertas nas redes sociais, informando os moradores sobre o conflito.

"Por volta de 11.00 horas (15 horas em Lisboa), teve início uma operação policial na região do Conjunto Esperança, Vila do João, Vila do Pinheiro e Salsa & Merengue. Recebemos informes de que três carros blindados estão circulando na região e o helicóptero blindado está dando tiro de cima para baixo", diz uma publicação da ONG na rede social Facebook.

"A Clínica da Família da Vila do Pinheiro e o Centro Municipal de Saúde da Vila do João seguem fechados. Recebemos informes de educadores de que há intensos confrontos nas proximidades de escolas da região", acrescentou.

Informações divulgadas pela plataforma colaborativa "Onde tem tiroteio", que diariamente alerta a população do Rio de Janeiro sobre confrontos armados, confirmaram tiros no complexo da Maré.

A página "Maré Vive" na rede social Facebook, que é mantida e atualizada por moradores deste que é um dos maiores complexos de favelas do Rio de Janeiro, publicou vídeos com crianças a esconderem-se por causa do tiroteio. As aulas na região foram suspensas.

Há também imagens de um voo de helicóptero da polícia e sons de disparos.

De acordo com a polícia do Rio de Janeiro, está em andamento uma operação no local para capturar foragidos.