Venezuela

Opositor Henrique Capriles concorre às presidenciais na Venezuela

Opositor Henrique Capriles concorre às presidenciais na Venezuela

O governador Henrique Capriles Radonski anunciou que será o candidato da coligação da oposição à eleição presidencial na Venezuela de 14 de abril.

"Vou lutar", disse Henrique Capriles Radonski durante uma conferência de imprensa, antes de se dirigir ao candidato do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV, no poder), Nicolás Maduro, apresentado como um sucessor do falecido presidente Hugo Chávez, ao referir que não lhe deixará "o caminho livre".

Capriles, derrotado por Chávez nas presidenciais de outubro de 2012, vai apresentar a sua candidatura na terça-feira perante as autoridades eleitorais, que, no sábado, convocaram o escrutínio para 14 de abril, um domingo. A campanha eleitoral decorrerá entre 2 e 11 de abril.

Nicolás Maduro, 50 anos, ex-vice-presidente e que na sexta-feira foi empossado presidente interino, já anunciou a sua candidatura ao escrutínio, um desejo manifestado por Chávez em 8 de dezembro, quando admitiu a possibilidade da sua morte.

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, morreu a 5 de março, em Caracas, quase três meses depois de ter sido operado pela quarta vez a um cancro, a 11 de dezembro de 2012, em Havana, e quase cinco meses depois de ter sido reeleito para o seu terceiro mandato, em 07 de outubro.

Chávez, que morreu com 58 anos, regressou à Venezuela em 18 de fevereiro, ficou internado no Hospital Militar de Caracas e não chegou a tomar posse como Presidente, ficando o lugar assegurado pelo vice-presidente, numa decisão autorizada pela Justiça venezuelana apesar dos protestos da oposição.

ver mais vídeos