Cimeira

Os momentos mais caricatos do encontro entre Trump e Kim Jong-un

Os momentos mais caricatos do encontro entre Trump e Kim Jong-un

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, e o presidente dos EUA, Donald Trump, encontraram-se esta terça-feira em Singapura, para uma cimeira considerada histórica, mas que teve alguns momentos caricatos.

Durante a cimeira, o presidente dos EUA mostrou a limusine presidencial ao ditador norte-coreano. Após o almoço com Kim Jong-un, Trump decidiu fazer uma paragem não programada ao carro blindado, conhecido como "The Beast" ("A Besta", em inglês).

Imagens mostram os líderes mundiais a aproximar-se da limusine enfeitada com bandeira americana. Trump fez um gesto em direção ao veículo e um agente do Serviço Secreto abriu a porta do passageiro.

O líder norte-coreano sorriu ao receber permissão para poder ver por dentro a limusine avaliada em 1,6 milhões de dólares (mais de 1,3 milhões de euros) que foi projetada para resistir a um ataque armado ou químico. O carro acompanha sempre o presidente dos EUA, viajando na barriga do avião em deslocações ao estrangeiro.

A careta de Kim Jong-un ficou conhecida nas redes sociais após Donald Trump ter pedido aos fotógrafos para fazer com que os líderes mundiais "parecessem magros e bonitos".

O presidente dos EUA fez a piada para fotógrafos e operadores de câmara do canal de televisão do governo de Singapura. "Estão todos a conseguir uma boa fotografia? Para parecermos bem, bonitos, magros e perfeitos", disse Trump para as câmaras.

Kim Jong-un pareceu confuso com as observações, tendo sido gravado a franzir o sobrolho, quando as câmaras se aproximavam do rosto dele.

A careta de Kim em relação à piada de Trump sobre o peso surge depois da Casa Branca ter aparecido nas manchetes dos meios de comunicação por lançar uma moeda comemorativa que contava com a figura de Kim Jong-un, que apresenta um duplo queixo proeminente.

Duas horas depois de assinar o acordo com Kim Jong-un, Donald Trump mostrou aos jornalistas um vídeo sobre um possível futuro idílico para a Coreia do Norte.

De acordo com o Trump, o vídeo foi um presente do presidente norte-americano ao líder norte-coreano na tentativa de lhe mostrar um futuro brilhante que estava ao alcance da Coreia do Norte.

O filme retrata a Coreia do Norte a abandonar as armas nucleares e a adotar um economia de mercado e sistemas de transporte de tipo ocidental, juntando-se à Coreia do Sul na era moderna. "Mostrei-vos (aos jornalistas) porque este é o futuro", disse o líder dos EUA. "Isso pode muito bem ser o futuro. A outra alternativa não é uma boa alternativa."

ver mais vídeos