Coreia do Sul

Partido sul coreano pede aos EUA instalação de armas nucleares

Partido sul coreano pede aos EUA instalação de armas nucleares

O partido conservador da Coreia do Sul pediu aos Estados Unidos para voltar a instalar na península coreana armas nucleares para enfrentar de forma mais eficaz as "ameaças" de Pyongyang.

O pedido dirigido à nova administração norte-americana passa a fazer parte do programa oficial do Partido da Liberdade, na oposição.

Os líderes do partido, que se reuniram esta quarta-feira em Seul, referiram-se também às tensões entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte que difundiu em julho o plano de lançamento de mísseis contra as águas territoriais da ilha de Guam, no Pacífico Ocidental.

Na terça-feira, o líder norte-coreano Kim Jong-Un anunciou que Pyongyang vai "fazer uma pausa" no plano sobre o lançamento de mísseis contra o território norte-americano de Guam.

De acordo com a agência de notícias norte-coreana, KCNA, Kim Jong-Un espera pelos próximos movimentos dos Estados Unidos.

Kim Jong-Un disse que "vai ficar a observar um pouco mais o comportamento idiota e estúpido dos 'ianques'".

"Se eles persistirem nas ações irresponsáveis e perigosas na península coreana", Pyongyang "tomará as medidas que já anunciou", acrescentou o líder da Coreia do Norte, na terça-feira.

Além das ameaças de julho contra Guam, o Partido da Liberdade da Coreia do Sul disse também recear um confronto militar na península coreana.

Washington retirou as armas nucleares da Coreia do Sul nos anos 1990.