México

Patrulha fronteiriça dos EUA deteve grupo de mais de mil imigrantes ilegais

Patrulha fronteiriça dos EUA deteve grupo de mais de mil imigrantes ilegais

A patrulha fronteiriça norte-americana deteve 1036 imigrantes em El Paso, Texas, na fronteira com o México, naquele que constitui o maior grupo de indocumentados a tentar atravessar a fronteira.

O presidente norte-americano, Donald Trump, escreveu uma mensagem no Twitter a destacar que os agentes da patrulha fronteiriça intercetaram o maior grupo de estrangeiros ilegais a tentar atravessar a fronteira em El Paso, durante a madrugada.

Segundo Trump, os democratas precisavam de permanecer junto desta patrulha para se aperceberem das brechas que existem na fronteira sul dos Estados Unidos.

O presidente norte-americano fez acompanhar a mensagem com um vídeo gravado por uma câmara de segurança, no qual se vê um grupo alargado de pessoas a atravessar o território através de uma brecha na fronteira que separa o México dos Estados Unidos.

De acordo com a cadeia de televisão NBC, que falou com funcionários e teve acesso a documentos oficiais, do grupo de indocumentados, pelo menos 934 viajavam com familiares, 63 eram menores não acompanhados e 39 eram adultos que seguiam sozinhos e que ainda não foram identificados.

Todos os imigrantes, de acordo com a NBC, eram oriundos de países da América Central, como Guatemala (515), Honduras (135) e El Salvador (76).

Nos últimos meses tem aumentado o número de imigrantes, na sua maioria famílias e menores não acompanhados provenientes daqueles países da América Central.

As autoridades detiveram 98977 imigrantes indocumentados na fronteira com o México em abril, a maior cifra dos últimos seis meses, dos quais 8897 eram menores não acompanhados.

Com estas detenções, ascende a 460294 o número de imigrantes detidos desde outubro último.