Parlamento

PCP vota contra "repúdio" pelos bombardeamentos em Alepo

PCP vota contra "repúdio" pelos bombardeamentos em Alepo

A Assembleia da República aprovou esta sexta-feira um voto de repúdio apresentado pelo Bloco de Esquerda (BE) contra os recentes bombardeamentos e crimes praticados na cidade síria de Alepo, com o PCP a votar isoladamente contra.

O voto do Bloco de Esquerda, repudiando a violação de direitos humanos e os crimes contra as populações de Alepo pelas forças governamentais sírias, mereceu o apoio do PSD, PS, CDS-PP, "Os Verdes" e PAN (Pessoas-Animais-Natureza).

Na sequência desta votação, o PCP apresentou uma declaração de voto em que se salienta que este partido, "desde o primeiro momento, denunciou e condenou a guerra de agressão que se abateu sobre a República Árabe Síria e o povo sírio, com o seu cotejo de hediondos crimes, brutais violações dos direitos humanos, morte, sofrimento e destruição".

"A corajosa resistência da Síria e do seu povo exige, não a vergonhosa associação ou a conveniência com as campanhas que visam branquear a agressão levada a cabo pelos Estados Unidos e seus aliados, mas a solidariedade de todos os que defendem os direitos do povo sírio e a paz", lê-se ainda na mesma declaração de voto do PCP.

Antes desta votação, mas por unanimidade, foi aprovado um voto apresentado pelo CDS-PP de condenação pelo atentado terrorista contra a comunidade cristã copta do Cairo", no Egito.

ver mais vídeos