Reino Unido

Pode haver um adiamento do Brexit para 2021

Pode haver um adiamento do Brexit para 2021

E vai mais um adiamento. A primeira-ministra britânica anunciou este domingo que não levará nenhum acordo final de saída da União Europeia (UE) ao parlamento esta semana, ao contrário do previsto, depois de já na semana passada não ter levado nada, nem na anterior. Mas prometeu estar amanhã em Westminster, a explicar tudo isto e o andamento das negociações.

E atirou nova data para ter um papel em mãos: 12 de março. O Brexit, recorde-se deveria acontecer às 23 horas de 29 de março deste ano. Em Bruxelas, já se fala em 2021...

Theresa May viajou ontem para Sharm el-Sheik, no Egito, para uma cimeira entre a UE e a Liga Árabe. A caminho, anunciou o dia 12. E disse acreditar que está ao alcance do Reino Unido sair da UE com um acordo de relacionamento futuro duas semanas depois. Por isso e para isso é que regressa a Bruxelas na terça-feira, depois de nada dizer aos seus deputados.

Nessa altura, já terá conversado com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, à margem da cimeira egípcia. E Tusk é um dos que fontes europeias consultadas pelo jornal britânico "The Guardian" dizem estar inclinado para um adiamento a sério do divórcio.

"Se os líderes virem que vale a pena estender (o prazo de saída), o que não é certo dada a situação no Reino Unido, (...) optarão por assegurar um prazo decente para resolver as difíceis questões" em causa. Entre elas, a fórmula para evitar uma fronteira física entre Irlandas. Segundo o jornal, a ideia será substituir o período de transição de 21 meses, até 2021, por um efetivo adiamento, durante o qual Londres continuará a ser um membro da UE de pleno direito.

Do seu lado, fontes em Bruxelas admitiam ao "El País" atrasar o Brexit, mas nunca para lá das eleições europeias, para evitar que o Reino Unido tenha que apresentar candidatos e obrigar a reorganizar todo o ato eleitoral. Ora, isso equivale a menos de dois meses para Londres respirar sobre um acordo que parece cada vez mais difícil.

Imobusiness