Iémen

Presidente do Iémen foge do país

Presidente do Iémen foge do país

O presidente do Iémen, Abd Rabbo Mansur Hadi, fugiu, esta quarta-feira, do país, perante a aproximação das milícias huthis de Aden, onde se encontrava refugiado.

"O presidente Hadi deixou Aden para o estrangeiro", declarou à agência noticiosa francesa AFP, citada pela Lusa, um membro da guarda presidencial.

A mesma fonte precisou que o presidente tinha partido "a bordo de um helicóptero que saiu do palácio presidencial de Al-Maachiq" para um destino desconhecido.

Hadi refugiou-se em Aden, em fevereiro, depois de fugir da capital, Sanaa, onde era mantido sob prisão domiciliária pela milícia xiita dos 'huthis' que tomou o poder na capital.

Os 'huthis' entraram em Sanaa em setembro do ano passado e assumiram o poder na capital iemenita no início de 2015. A milícia xiita forçou a demissão do Governo e do presidente, impôs a dissolução do parlamento e criou de novas instituições.

Depois de ter passado um mês numa residência vigiada em Sanaa, Hadi conseguiu escapar e encontrou refúgio em Aden, principal cidade do sul do Iémen, considerada neste momento a capital provisória do país.

As Nações Unidas consideram Hadi o "presidente legítimo" do Iémen.

ver mais vídeos