Homossexualidade

Primeiro homem transexual a dar à luz na Europa é alemão

Primeiro homem transexual a dar à luz na Europa é alemão

Um transexual, natural da Alemanha, foi o primeiro homem, na Europa, a dar à luz um bebé. O homem, que nasceu mulher, tomou hormonas para mudar de sexo, mas manteve o aparelho reprodutor feminino.

O transexual, não identificado, decidiu dar à luz em casa, com a assistência de uma parteira, no dia 18 de março, em Berlim. A decisão foi tomada pelo único progenitor conhecido, o pai, que se recusou a ser identificado como "mãe" ao dar entrada numa clínica ou hospital.

Entretanto, informações sobre um possível de doador de esperma ou sobre relações que identifiquem o outro progenitor da criança não foram divulgadas. Oficialmente, a criança não tem mãe, apenas pai.

Um porta-voz da Administração do Senado de Assuntos Internos de Berlim disse que "a pessoa em questão não quis aparecer como mãe mas como pai no certificado de nascimento e o pedido foi-lhe garantido". Porém, apesar do pai da criança ter pedido para que o sexo do filho não fosse revelado, as autoridades anunciaram que se trata de um rapaz.

O caso vai ser seguido pelas autoridades alemãs que pretendem acompanhar a criança caso sofra "problemas psicológicos" devido à sua conceção e crescimento.

Este é o primeiro caso em que um homem transexual dá à luz uma criança, na Europa, mas não é a primeira vez que acontece a nível global. Thomas Beatie, um homem transexual que, nos Estados Unidos, deu à luz três crianças entre 2008 e 2010.

Conteúdo Patrocinado