Itália

Purex, o movimento que luta contra o sexo antes do casamento

Purex, o movimento que luta contra o sexo antes do casamento

Um casal italiano criou um movimento, o Purex, que defende que os jovens devem manter-se castos até ao matrimónio.

Beijos, abraços, apertos de mão, é tudo o que se pode fazer até o casamento. São estas as diretrizes de um movimento que nasceu em Itália e que se transformou numa ideologia seguida por milhares de jovens, através das redes sociais e das palestras que são dadas em todo o país pelos fundadores do Purex.

Os líderes deste movimento, Stefania Spezzacatena, de 31 anos, e o marido Giuseppe Punto, de 32, decidiram iniciar uma cruzada contra o sexo e convencer milhares de jovens a não se masturbarem e a manterem a virgindade até ao casamento.

O Purex (nome que se contrapõe à marca de preservativos Durex) defende a virgindade até ao casamento, para que só então possam existir relações sexuais entre o casal. "A Durex protege contra a gravidez indesejada e as doenças sexualmente transmissíveis. Mas não preserva a vergonha da infidelidade ou as feridas do coração", afirma Giuseppe numa sessão de esclarecimento para jovens na cidade de Nápoles.

"Não somos contra o sexo, mas o ponto central é a fé. Para nós, é importante trazer a sexualidade à sua forma mais pura, ensinar o valor do corpo ", afirma Stefania Spezzacatena, ao jornal italiano "Corriere della Sera".

O casal conta que depois de ter colocado um vídeo a explicar a sua ideologia na internet foi convidado por muitos pastores evangélicos, e até por padres católicos, a participar em sessões de esclarecimento sobre sexualidade.

Os criadores do Purex dizem que tinham uma vida de "sexo, drogas e rock'n'roll" até conhecerem "a luz divina" e perceberem que o caminho deveria ser o da pureza. "Viver de forma pura vai mudar o sistema atual", defende Giuseppe.

ver mais vídeos