Tragédia

Queriam dar a volta ao Mundo e morreram às mãos dos terroristas

Queriam dar a volta ao Mundo e morreram às mãos dos terroristas

Tinham um trabalho de sonho e deixaram tudo para trás para completar um objetivo de vida. Conhecer o Mundo de bicicleta. A viagem de uma vida acabou de forma trágica, um ano depois do início.

Lauren Goeghegan e Jay Austin Goeghegan viviam em Washington, nos EUA. Deixam para trás uma vida de trabalho e abraçaram um desafio que mais parece saído de um filme de aventuras. Em julho de 2017, saíram dos EUA para dar a volta ao mundo em bicicleta.

O jornal "The New York Times" explica que o objetivo dos dois passava por ver os elefantes no Botswana, conhecer as praias de Nungwi e visitar o Quirguistão.

Logo após terem voado até à África do Sul, os dois rumaram de bicicleta até ao norte de África, passando pela Europa e chegaram à Ásia. Daqui, pretendiam visitar a Austrália e as Américas.

No final de julho, o sonho virou pesadelo. Quando seguiam acompanhados por outros ciclistas, no Tajiquistão, foram acharoados por uma carrinha. O condutor fez inversão de marcha e passou por cima deles novamente. O ataque foi, mais tarde, reivindicado pelo Estado Islâmico. Para além do casal, um ciclista suíço e outro holandês também morreram.

De acordo com o Ministério do Interior do Tajiquistão, citado pelo "The New York Times", os terroristas executaram os ciclistas com facas e pistolas. Um dos terroristas acabou por ser abatido e outros três foram detidos.

ver mais vídeos