Polémica

Rawvana. A youtuber vegana que foi apanhada a comer peixe

Rawvana. A youtuber vegana que foi apanhada a comer peixe

Chama-se Yovana Mendoza Ayres, mas é conhecida como Rawvana entre os milhões de seguidores que tem nas redes sociais. Era considerada um ídolo por quem partilhava o seu estilo de vida baseado no veganismo, uma dieta que rejeita o consumo de qualquer produto de origem animal. Mas bastaram apenas uns segundos de um vídeo para destruir a imagem que a youtuber construiu durante anos.

Youtuber e "influencer" desde 2013, Rawvana, jovem mexicana que vive em San Diego, no estado da Califórnia, EUA, foi somando milhares e milhares de seguidores nos últimos anos. Partilha imagens e vídeos em diferentes plataformas, como o YouTube e o Instagram, tanto em inglês como em espanhol, mostrando receitas veganas, tratamentos de desintoxicação ou dicas de beleza.

A legião de fãs não parou de crescer: mais de três milhões entre as suas contas nas redes sociais. Além dos seguidores, aumentaram também os rendimentos, graças aos patrocínios de marcas que eram publicitadas em conteúdos que a jovem publicava em cenários de sonho, com alimentos vegan, como frutas e vegetais.

Tinha uma imagem perfeita. Pelo menos até uma amiga, também ela influenciadora, ter destruído a sua credibilidade ao partilhar um vídeo de apenas alguns segundos. Nas imagens, vê-se Rawvana com essa amiga e um outro amigo antes de uma refeição. Parecia algo normal. O problema estava no prato da youtuber: um filete de peixe.

Foi a colombiana Paula Galindo, também conhecida como Pautips, especialista em beleza, que mostrou o vídeo durante uma viagem partilhada com Rawvana na ilha indonésia de Bali. Como se o embaraço não fosse suficiente, a youtuber vegana reagiu com um gesto corporal que dá a entender que queria tapar o prato com o braço, assim que percebeu que estava a ser filmada. As reações dos fãs não se fizeram esperar e a reputação de Rawvana ficou destruída.

Alguns dias depois de as imagens se tornarem virais e as críticas começarem a surgir, Rawvana publicou um vídeo no seu canal de YouTube para se desculpar e dar explicações aos seguidores, que passaram a ser muito menos do que os tinha antes.

"Peço desculpa pela forma como descobriram a recente mudança na minha dieta, os alimentos que tive de adicionar devido a condições de saúde", disse a jovem, com uma expressão triste.

Num vídeo de mais de 30 minutos, com o título "This is what is happening" ("Isto é o que está a acontecer"), Rawvana explica que passou os últimos anos doente, que sofria de anemia, que tinha o intestino cheio de bactérias e que perdeu o período menstrual. Por essa razão, começou a consumir ovos e peixe por prescrição médica.

"A razão pela qual não partilhei isto antes é que eu precisava de tempo para me curar, para me sentir bem, para ver resultados e depois mostrar-vos", acrescentou. Rawvana conta ainda que há três anos começou a consumir alguns produtos cozidos (incompatíveis com o estilo de vida dos alimentos crus que proclamava), mas que em janeiro aceitou os conselhos médicos para incluir outros alimentos na sua dieta.

No entanto, a youtuber afirmou a intenção de retomar a dieta vegana assim que a saúde permitir. "Por algumas semanas senti-me melhor, com energia, mas quero voltar a comer os alimentos que partilho convosco". O certo é que Rawvana não escapou às críticas de centenas de seguidores.

Foi até criada uma petição no site change.org a pedir que o YouTube remova o canal de Rawvana "por ser fraudulento e desinformado sobre o veganismo".

Não se sabe ainda o que vai acontecer às plataformas da jovem influenciadora, que não voltou a publicar conteúdos desde o vídeo do pedido de desculpa. Depois de perder milhares de seguidores e o apoio de várias marcas, Rawvana disse que o principal objetivo agora é focar-se na recuperação completa.

Imobusiness