Mundo

Rússia reconhece independência da Ossétia do Sul e Abkházia

Rússia reconhece independência da Ossétia do Sul e Abkházia

O presidente russo, Dmitri Medvedev, anunciou, esta terça-feira, o reconhecimento da independência das duas repúblicas separatistas georgianas da Ossétia do Sul e Abkházia.

"Assinei os decretos sobre o reconhecimento pela Rússia da independência da Ossétia do Sul e da Abkházia. A Rússia apela aos outros Estados a que sigam o seu exemplo", afirmou Dmitri Medvedev, numa declaração solene através da televisão russa.

"Não é uma opção fácil, mas é a única opção para preservar as vidas das pessoas", disse.

"Tbilissi fez a sua escolha na noite de 07 para 08 de Agosto (ao lançar uma ofensiva militar contra a Ossétia do Sul). (O presidente georgiano Mikhail) Saakachvili optou pelo genocídio para atingir os seus objectivos políticos", alegou Dimitri Medvedev.

"Traçou assim uma cruz sobre todas as esperanças de coabitação pacífica de ossetas, abkhazes e georgianos num mesmo Estado", prosseguiu o presidente russo.

"Compreendemos que, depois do que se passou em Tskhinvali (capital da Ossétia do Sul) e do que estava planificado para a Abkházia, (ossetas e abkszes) têm o direito de decidir eles próprios o seu destino", acrescentou.

O parlamento russo, apelou, segunda-feira, a Madvedev para reconhecer as duas repúblicas independentistas da Geórgia, tendo elas próprias apresentado um pedido solene nesse sentido uma semana antes.