Incêndio

Sete crianças fugiram da guerra na Síria e encontraram a morte no Canadá

Sete crianças fugiram da guerra na Síria e encontraram a morte no Canadá

Sete crianças sírias refugiadas no Canadá morreram num incêndio que destruiu a casa onde viviam em Halifax, Nova Escócia.

Um incêndio na casa de uma família refugiada no Canadá, após fugir da guerra na Síria, provocou a morte aos sete filhos de um casal: Abdullah, Rana, Hala, Ghala, Mohammed, Rola e Ahmed, com idades compreendidas entre os 4 meses e 15 anos, perderam a vida na madrugada da terça-feira, em Halifax. As causas do fogo estão a ser investigadas.

Para além da morte das sete crianças, o pai, Ebraheim Barho, foi hospitalizado, em estado critico, após ficar gravemente ferido a tentar salvar os filhos, de acordo com a HEART Society, equipa de apoio a refugiados que ajudou a família, na Nova Escócia.

A mãe, Kawthar Barho, escapou sem qualquer ferimento. "Ela está com dificuldades em aceitar o que aconteceu, só repete o nome dos filhos vezes sem conta e pede para vê-los", afirmou Natalie Horne, membro da HEART Society, citada pela CNN.

Um vizinho da família alegou que ouviu um estrondo seguido de um grito de mulher, quando a incêndio deflagrou. "Eu saí da cama e olhei pela janela quando vi chamas na porta das traseiras", descreveu Danielle Burt à televisão pública canadiana. "Aconteceu tudo muito depressa", acrescentou.

O vice-chefe do Corpo de Bombeiros e Emergência Regional de Halifax, Dave Meldrum, afirmou em conferência de imprensa que as sete mortes foram a maior perda de vidas relacionada com incêndios na cidade.

O primeiro ministro do Canadá, Justin Trudeau, apresentou as condolências no Twitter. "As palavras falham quando crianças são tiradas de nós tão cedo", escreveu.

Amigos da família criaram uma recolha de fundos na página GoFundMe, quarta-feira, que conta já com cerca de 430 mil euros, para ajudar com as despesas, incluindo encontrar uma nova casa.

A família chegou ao Canadá em setembro de 2017 e instalou-se no norte de Halifax, de onde pretendia sair na próxima semana.