O Jogo ao Vivo

Acidente

Dez mortos em queda de helicóptero militar na Colômbia

Dez mortos em queda de helicóptero militar na Colômbia

A queda de um helicóptero militar, ocorrida esta terça-feira numa zona rural do nordeste da Colômbia, provocou a morte a dez pessoas e outras três foram dadas como desaparecidas.

O aparelho, modelo MI-17 do exército, despenhou-se entre os municípios de Caucasia e Segovia, com 10 pessoas a bordo, sendo oito militares e dois civis. O balanço inicial era de sete vítimas mortais.

"Para nós é muito doloroso confirmar, neste momento, que os 10 ocupantes da aeronave morreram", escreveu o general Ricardo Gomez, no Twitter.

De acordo com os militares, a tripulação da aeronave era composta por dois oficiais superiores e igual número de oficiais subalternos.

Os dois civis fazem parte de uma equipa de manutenção de combustíveis da aviação do exército, encarregados de realizar inspeções os pontos para reabastecimento nessa região da Colômbia.

O Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, reagiu também na rede social Twitter, manifestando "pesar".

"Os meus pensamentos vão para as famílias das vítimas", escreveu.

O ministro da Defesa, Luís Carlos Villegas, anunciou "a abertura de um inquérito para determinar as causas" do acidente, ocorrido numa altura de céu coberto de nuvens e chuva.

O general Juan Vicente Trujillo, comandante da aviação do Exército, afirmou, em conferência de imprensa, que o helicóptero estava com as manutenções em dia e que "o acidente ocorreu provavelmente devido às más condições meteorológicas".

Em junho de 2016, 17 militares colombianos morreram em resultado da queda de um helicóptero devido ao mau tempo.

ver mais vídeos