Paris

Sinos das 103 catedrais francesas vão soar ao mesmo tempo por Notre-Dame

Sinos das 103 catedrais francesas vão soar ao mesmo tempo por Notre-Dame

Os sinos das 103 catedrais católicas francesas soarão na quarta-feira às 18.50 horas locais (17.50 horas em Portugal continental), "hora do início do incêndio na Notre-Dame" de Paris na segunda-feira, anunciou esta terça-feira a Conferência de Bispos de França.

Trata-se de exprimir "solidariedade com a diocese de Paris", adiantou na rede social Twitter a Conferência de Bispos francesa, que considera que o incêndio no emblemático monumento da capital "é um choque para muitos mais do que apenas os católicos" franceses.

As chamas, que destruíram o pináculo e uma grande parte do telhado da catedral, demoraram cerca de 15 horas até serem apagadas.

Os investigadores do incêndio analisam a possibilidade de o fogo ter começado ao nível do andaime das obras de renovação no telhado e foi aberto um inquérito por "destruição involuntária por fogo".

A tragédia de Notre-Dame gerou mensagens de pesar e de solidariedade de chefes de Estado e de Governo de vários países, incluindo Portugal, bem como do Vaticano e da ONU.

O presidente Emmanuel Macron prometeu que a catedral do século XII será reconstruída.

A estrutura da catedral de Notre-Dame "mantém-se bem" após o incêndio, mas foram identificadas "vulnerabilidades" no edifício e a "preocupação principal agora" é com a sua segurança nomeadamente ao nível da abóbada, disse hoje o secretário de Estado do Interior francês, Laurent Nuñez.

Vários ministros franceses reuniram-se hoje sob a liderança do chefe de governo, Edouard Philippe, para preparar um "plano de reconstrução" da catedral, segundo a agência France Presse.

O incêndio suscitou uma vaga de emoção e provocou um afluxo de doações para financiar uma reconstrução que parece titânica.

Foi organizada uma subscrição nacional e as promessas de doações das grandes fortunas francesas já começaram a chegar.

Imobusiness