Ofensiva

Síria denuncia ataque aéreo em Homs

Síria denuncia ataque aéreo em Homs

A televisão oficial síria noticiou a ativação das defesas antiaéreas em resposta a um ataque de mísseis sobre Homs, na segunda-feira à noite.

A mesma fonte adiantou que os mísseis foram abatidos pelas defesas antiaéreas nacionais, segundo a agência Reuters. A televisão síria não indicou a origem dos mísseis.

Também a agência noticiosa estatal Sana noticiou que a defesa aérea síria "abateu mísseis no espaço aéreo (sírio) sobre Homs", no oeste do país.

A Central de Imprensa síria, dirigida pelo governo, detalhou que o alvo do ataque é a base aérea Al-Chaayrate, em Homs.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos informou a ocorrência de fortes explosões ouvidas perto da base aérea de Al-Chaayrate, na província de Homs, e na região de Qualamoun, perto de Damasco, onde estão situadas outras duas bases aéreas.

"Desconheço esse incidente", afirmou um porta-voz do exército israelita, questionado pela agência AFP sobre os rumores que apontavam para a eventualidade de se tratar de um ataque israelita.

Também já o Pentágono, citado pelo jornal "Guardian", desmentiu qualquer ofensiva contra a Síria.

Este relato ocorre dias depois de os EUA, o Reino Unido e a França terem realizado ataques aéreos contra alegadas instalações de armas químicas na Síria. Estes ataques foram justificados como sendo uma retaliação por um suspeito ataque com armas químicas em Douma que atribuíram ao governo sírio.

No início deste mês, quatro militares iranianos foram mortos durante um ataque aéreo à base aérea síria, em Homs. A Síria, e os seus principais aliados, a Rússia e Irão, responsabilizaram Israel por tal ataque, o que este país não confirmou nem desmentiu.

ver mais vídeos