Tailândia

Sobrevivente da gruta na Tailândia festeja aniversário e recebe telemóvel

Sobrevivente da gruta na Tailândia festeja aniversário e recebe telemóvel

Durante 9 dias, Dom e o resto da equipa tailandesa sobreviveram numa gruta inundada, sem comida, até serem encontrados por mergulhadores britânicos. Só 26 dias depois de desaparecer é que Dom voltou à casa da família.

Duangpetch Promthep - tratado por Dom - revelou que, ao voltar a casa, foi surpreendido com uma refeição de carne de porco com arroz, acompanhada de bolo, uma vez que o rapaz fez 13 anos no dia 3 de julho, um dia depois de ter sido encontrado vivo.

"Quando cheguei a casa, estava tanta gente à minha espera. Fiquei mesmo surpreendido", disse Dom, citado pelo "Daily Mail". O rapaz foi recebido por vários familiares, sendo que alguns viajaram da China para a Tailândia para o ver. Dom recebeu ainda um telemóvel novo, uma vez que o antigo terá ficado perdido nas cavernas Tham Luang.

Contudo, voltar a casa também significa trabalhos de casa ao fim de semana e treinos de futebol depois das aulas, de acordo com Thanaporn Promthep, a tia de 41 anos a quem Dom chama "mãe". "Dom é bom rapaz, muito responsável", disse, acrescentando que isso significa que o sobrinho não poderá ter uma namorada até fazer 15 anos.

O rapaz é ainda capitão da equipa de futebol "Javalis Selvagens", tendo sido já recrutado por diversas equipas nacionais. Porém, antes de pensar numa carreira como atleta, Dom fará um curso para ser ordenado monge budista.

A equipa, que foi resgatada entre os dias 8 e 10 de julho, vai começar os treinos ainda este mês em memória de Saman Kunan, ex-militar que morreu durante as operações de resgate. Os rapazes vão treinar também em honra do treinador de 25 anos, Ekaphol Chantawong, que lhes terá ensinado técnicas de meditação para se manterem calmos durante as semanas em que estiveram presos.

ver mais vídeos