Fuga de ar

Suspeita de sabotagem na Estação Espacial Internacional

Suspeita de sabotagem na Estação Espacial Internacional

Um buraco detetado na Estação Espacial Internacional (EEI) foi causado por uma broca e poderá ter sido feito deliberadamente em Terra ou em órbita. A investigação está a decorrer.

A fuga de ar, detetada na passada quinta-feira no módulo russo Soyuz, acoplado à EEI, é, segundo o diretor da agência espacial russa Roscosmos, fruto de "várias tentativas de perfuração", aparentemente feitas por um "braço mecânico". Dmitry Rogozin disse, em comentários televisivos citados pelo "The Guardian", que não podem descartar uma "interferência espacial deliberada".

O buraco causou uma pequena perda de pressão, não suficiente para ameaçar a vida dos astronautas, que, entretanto, taparam o orifício.

Confrontada com o caso, a NASA remeteu todas as questões para a Roscosmos, que colocou uma comissão a investigar o caso.

ver mais vídeos