Atentado de Boston

Suspeito dos atentados de Boston foi detido e está ferido com gravidade

Suspeito dos atentados de Boston foi detido e está ferido com gravidade

A polícia de Boston anunciou, no twitter, que o suspeito dos ataques na maratona de Boston foi detido. Dzhokhar Tsarnaev estava escondido num barco das traseiras de uma casa e foi descoberto pelo dono da embarcação, que chamou a polícia. Uma equipa do FBI procedeu à detenção. O jovem está ferido com gravidade.

A notícia chegou pelo twitter da polícia de Boston. Às 20.46 de sexta-feira (1.46 da madrugada de sábado em Portugal), terminavam 23 horas de cerco a Dzhokhar Tsarnaev. Menos de 10 minutos depois, foi confirmada a identidade do jovem de 19 anos, suspeito do atentado bombista que matou três pessoas e causou 180 feridos, na segunda-feira.

"CAPTURADO!!! A caçada terminou. A busca está concluída. O terror acabou. E a justiça ganhou. Suspeito está detido", escreveu a polícia de Boston, no Twitter, 12 minutos depois do primeiro twitt a anunciar a detenção de Dzhokhar Tsarnaev.

O jovem suspeito estava ferido e escondido num barco, nas traseiras de uma casa no bairro de Watertown, e o momento da detenção foi acompanhado de aplausos por algumas pessoas que estavam próximas do local.

"Um homem, que tinha estado todo o dia dentro de casa, seguindo as nossas recomendações, saiu de casa ao fim do dia e viu sangue junto ao barco que tinha no quintal", revelou o comissário da Polícia de Boston, Ed Davis.

"O homem abriu uma escotilha do barco e viu lá um homem coberto de sangue. Recuou e chamou a polícia", contou Ed Davis. Após cerca de uma hora de tensão, com "troca de tiros", uma "equipa do FBI entrou no barco e capturou o suspeito, vivo", acrescentou.

Segundo as autoridades norte-americanas, o suspeito está vivo mas ferido com gravidade. "O homem que o encontrou disse que estava coberto de sangue, por isso presumimos que fosse de ferimentos sofridos na noite anterior", disse Ed Davis.

"Os habitantes de Boston e da região podem estar certos de que a ameaça acabou", acrescentou.

Segundo o comandante da polícia de Boston, Timothy Alben, o helicóptero da polícia detetou o suspeito no barco através de infravermelhos. "Apesar de estar coberto, conseguiu detetar a imagem térmica do suspeito", acrescentou.

O jornal Boston Globe diz que o detido foi transportado para um hospital.

A detenção de Dzhokhar Tsarnaev aconteceu menos de três horas depois de Deval Patrick, governador do estado de Massachusetts, ter decretado o fim do recolher obrigatório e a reabertura do trânsito em Boston, pelas das 18.30 horas (23.30 em Portugal continental).

Ao mesmo tempo, a polícia admitia desconhecer o paradeiro de Dzhokhar Tsarnaev, principal suspeito dos ataques na maratona de Boston. Cerca de 30 minutos depois deste anúncio, as televisões captaram o som de uma troca de tiros em Franklin Street, na cidade de Watertown, que esteve cercada pela polícia durante toda esta sexta-feira.

A gigantesca operação policial, que mobiliza cerca de nove mil elementos, apoiados por tanques e helicópteros, e fechou uma cidade durante quase 12 horas, está de volta ao terreno para tentar deter Dzhokhar Tsarnaev, um dos suspeitos do atentado de segunda-feira na maratona de Boston, que causou três mortos e 180 feridos, que levou a polícia a montar uma gigantesca caça ao homem.

A cidade esteve paralisada durante 12 horas, sem transportes públicos, com o espaço aéreo parcialmente fechado e a ligação de comboio para Nova Iorque interrompida.

Os jogos de hóquei, basebol e futebol foram adiados e mais de um milhão de pessoas esteve retida em casa durante cerca de 12 horas, enquanto perto de nove mil operacionais da polícia e do exército procuravam Dzhokhar Tsarnaev, casa-a-casa.

O outro suspeito, Tamerlan Tsarnaev, de 26 anos, morreu na madrugada de sexta-feira, após um confronto com a polícia. Soube-se, entretanto, que há dois anos foi interrogado pelo FBI.

Veja aqui as imagens da operação policial

O suspeito morto, depois de detido pela polícia, é o que foi apresentado pelo FBI como "suspeito 1", que nas imagens divulgadas pelas autoridades norte-americanas tinha um boné negro e óculos de sol.

Veja aqui as imagens dos suspeitos

Segundo os médicos do hospital Beth Israel, o suspeito entrou no hospital com vários ferimentos de bala e de explosões, avançou a Reuters.

A perseguição começou após o tiroteio, na madrugada desta sexta-feira, no campus universitátio do MIT, em Cambridge, durante o qual morreu um polícia.

Mais tarde, a polícia confirmou que os suspeitos do tiroteiro no MIT são também suspeitos do atentado de Boston.

Veja aqui as imagens do atentado

O atentado de segunda-feira fez três mortos e 180 feridos, na sequência de duas explosões junto à meta da maratona de Boston.

ver mais vídeos