Venezuela

Suspensa emissão de canais de televisão que transmitiam concerto

Suspensa emissão de canais de televisão que transmitiam concerto

Dois canais de televisão internacionais, o Antena3, de Espanha, e o National Geographic Channel (NatGeo), dos EUA, foram suspensos pelas operadoras de cabo venezuelanas.

A suspensão foi realizada pelas operadoras Directv e Intercable e verificou-se quando transmitiam o concerto "Venezuela Aid Live", promovido pelo bilionário Richard Branson, para recolher fundos e em apoio à entrada de ajuda humanitária no país.

Pelas 16 horas locais (20 horas em Portugal continental) os dois canais ficaram sem sinal e a única informação disponibilizada pela Directv era "canal não disponível".

Frequentemente, as autoridades venezuelanas censuram canais de televisão internacionais críticos do regime e ordenam às operadoras a suspensão das emissões.

Os casos mais recentes foram os da TV Chile e da Deutsche Welle (Alemanha), que foram retirados de maneira seletiva, a primeira quando transmitia protestos na Venezuela e a segunda um documentário sobre a situação no país.

Quando a censura é seletiva, a suspensão verifica-se durante a transmissão do programa que as autoridades venezuelanas não querem que seja visto.

Canais de televisão como a CNN em espanhol e a NTN 24 foram suspensas há já alguns anos e nunca mais voltaram a estar disponíveis em território venezuelano.

Na Venezuela são também frequentes as transmissões de televisão em cadeia, ou transmissões simultâneas, obrigatórias, de rádio de televisão, com os discursos do presidente Nicolás Maduro e atos políticos a favor do regime.