Investigação

Três dias após ataque, terrorista de Berlim esteve em França

Três dias após ataque, terrorista de Berlim esteve em França

Anis Amri, tunisino que dirigiu um camião contra um mercado em Berlim, foi filmado por câmaras de videovigilância de uma estação ferroviária em França, três dias após o ataque.

As imagens de Anis Amri na estação ferroviária de Lyon-Part Dieu estão a ser investigadas, não se sabendo ainda quando e como o tunisino de 25 anos entrou em território francês.

Anis Amri foi o terrorista que conduziu um camião contra um mercado de Natal em Berlim, no passado dia 19, fazendo 12 mortos e 48 feridos.

Três dias depois foi filmado pelas câmaras de vigilância na estação de comboios Lyon-Part Dieu, revelou a cadeia francesa "BFM TV".

Segundo esta fonte, as autoridades acreditam que foi aqui que Anis Amri comprou o bilhete com destino à cidade italiana de Milão.

Foi em Milão que o tunisino foi abatido pela polícia, dia 23, depois de disparar contra os agentes que o abordaram numa ação de fiscalização de rotina.

O ministro francês do Interior, Bruno le Roux, confirmou na passado dia 23 que o percurso feito por Anis Amri estava a ser investigado e que, devido ao atentado em Berlim, o controlo nas fronteiras de França tinha sido reforçado.

ver mais vídeos