EUA

Trump faz visita de Estado ao Reino Unido em junho

Trump faz visita de Estado ao Reino Unido em junho

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai fazer uma visita de Estado ao Reino Unido entre 3 e 5 de junho, acompanhado pela sua mulher, Melania, anunciou a residência oficial da rainha Isabel II.

A viagem acontece quase um ano depois de Trump ter realizado uma "visita de trabalho" ao Reino Unido, em julho do ano passado, em que foi recebido com protestos massivos na capital britânica.

Donald Trump e a mulher, Melania, "aceitaram o convite de Sua Majestade a rainha para fazerem uma visita de Estado ao Reino Unido", referiu o palácio de Buckingham.

As visitas de Estado ao Reino Unido incluem habitualmente festejos reais e um banquete oferecido pela rainha no palácio de Buckingham.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, já tinha apresentado o convite há mais de dois anos, mas a viagem foi adiada devido às preocupações com a receção que os ingleses poderão fazer ao Presidente norte-americano e à crise provocada pelo Brexit.

Esta visita de Trump também inclui, segundo as informações divulgadas, discussões com a primeira-ministra em Downing Street.

"A visita de Estado é uma oportunidade para fortalecer a nossa já muito próxima relação em áreas como o comércio, o investimento, a segurança e a defesa, e para discutir como podemos reforçar os laços nos próximos anos", afirmou Theresa May.

Donald Trump também estará presente nas comemorações do 75.º aniversário do Dia D da II Guerra Mundial, que aconteceu em 6 de junho de 1944.

Os países que fizeram parte da Batalha da Normandia e do Dia D - que iniciou a invasão da Europa Ocidental ocupada pelos alemães durante a II Guerra Mundial -- ao lado do Reino Unido também foram convidados para participar no evento em Portsmouth.

O convite foi enviado para os Estados Unidos, mas também para o Canadá, a França, a Austrália, a Nova Zelândia, a Bélgica, o Luxemburgo, a Polónia, a Noruega, a Dinamarca, a Holanda, a Grécia, a Eslováquia e a República Checa. A Alemanha também foi convidada.

O evento incluirá espetáculos ao vivo, apresentações militares e tributos às tropas aliadas que lutaram na Normadia, estando a ser preparado como o maior espetáculo militar da história recente do Reino Unido.

No dia 6 de junho, a primeira-ministra irá viajar para a Normandia, onde entre outras comemorações, irá inaugurar um memorial da Normandia britânica em Ver-Sur-Mer.