Mundo

Twitter de Nicolás Maduro pirateado

Twitter de Nicolás Maduro pirateado

As contas de Twitter do Partido Socialista Unido da Venezuela e do presidente interino do país, Nicolás Maduro, foram pirateadas domingo à noite por "hackers", confirmou o gabinete do candidato presidencial.

Segundo Jorge Rodríguez, chefe de candidatura do PSUV, os incidentes com estas contas, entre outras de simpatizantes do falecido presidente Hugo Chávez, verificaram-se pouco antes das 18 horas locais (23.30 em Portugal continental), a minutos da hora do encerramento oficial das urnas eleitorais.

A conta da jornalista Maripili Hernández, ministra do Poder Popular para a Juventude, foi também alvo da ação dos "hackers.

Na conta de Nicolás Maduro foram publicadas mensagens com "conteúdo impróprio", segundo informação da sua candidatura.

Durante a campanha eleitoral, o político da oposição Enrique Medonza, o deputado mais votado no parlamento e membro da coligação Mesa de Unidade Nacional, afirmara que a sua conta do Twitter tinha sido pirateada.

Nas últimas horas, o tráfego nas redes e os acessos à Internet tornaram-se mais difíceis na Venezuela.