EUA

Últimas palavras de mulher assassinada identificaram homicidas

Últimas palavras de mulher assassinada identificaram homicidas

Uma jovem de 19 anos assassinada segunda-feira numa estrada nos arredores de Los Angeles, EUA, conseguiu falar com a polícia antes de morrer e identificar os assassinos.

Lizette Andrea Cuesta, de Tracy, Califórnia, foi encontrada ensanguentada e com feridas de arma branca na berma de uma estrada, cerca das 2 horas de segunda-feira, por condutores que passavam no local. Foi levada de helicóptero para o hospital, onde acabou por morrer devido à gravidade dos ferimentos, mas antes deu pistas fundamentais para a investigação policial.

"A vítima queria mesmo sobreviver. Ela lutou. A última coisa terá feito foi apontar-nos na direção das pessoas que a mataram e isso foi formidável", disse ao "Los Angeles Times" o sargento Ray Kelly, da polícia de Alameda. Com a informação fornecida pela vítima, Daniel Gross, de 19 anos, e Melissa Leonardo, de 25 anos, ambos moradores em Modesto, foram detidos.

ver mais vídeos