França

Macron espera reconstruir Notre-Dame em cinco anos

Macron espera reconstruir Notre-Dame em cinco anos

O presidente francês disse, esta terça-feira, pouco mais de 24 horas depois do início do incêndio na Catedral de Notre-Dame, que espera que as obras de reconstrução do emblemático templo, fortemente danificado pelas chamas, estejam concluídas dentro de cinco anos.

"O que vimos esta noite em Paris, todos juntos ali, foi essa capacidade de nos mobilizarmos, de nos unirmos para vencer", começou por dizer Emmanuel Macron, num discurso ao país, às 20 horas locais (19 horas em Portugal continental).

O chefe de Estado francês, que na segunda-feira acorreu ao local do incêndio quando as chamas ainda lavravam, entrou na igreja, esta terça-feira de manhã, mal o fogo foi dado como extinto.

"Somos este povo de construtores, temos tanto para reconstruir, por isso, sim, reconstruiremos a Catedral de Norte-Dame e quero que isso estaja concluído dentro de cinco anos", estimou Macron. E garantiu, com confiança: "Temos muito a fazer. Agiremos e conseguiremos".

O presidente francês adiou o anúncio de reformas saídas da reflexão do Grande Debate Nacional promovido para responder aos protestos dos coletes amarelos. Justificou que este é "o tempo do teste". Só depois virá "o tempo da reflexão e da ação".