Incidente

Várias pessoas soterradas após avalancha na Suíça

Várias pessoas soterradas após avalancha na Suíça

Várias pessoas ficaram soterradas, esta terça-feira, após uma avalancha na encosta de um resort de Crans-Montana, na Suíça. A Polícia local confirma pelo menos sete desaparecidos.

Ao jornal "The Nouvelliste", o autarca daquela comuna suíça, Nicolas Feraud, diz haver "entre 10 a 12 pessoas" soterradas. Contactada pela agência Reuters, Feraud não quis comentar os números. O jornal avançou que a avalanche cobriu entre 300 a 400 metros de uma pista de esqui.

A emissora pública da Suíça informou que as equipes de resgate retiraram quatro pessoas, mas não havia nenhuma indicação sobre a sua condição.

As altas temperaturas na região, aliadas à forte queda de neve nas últimas semanas, aumentaram o risco de avalanches em muitas estações daquela zona dos Alpes, numa altura de grande afluência de esquiadores.

Em comunicado, o departamento de comunicação de Crans-Montana referiu que o alerta foi dado pelas 14.23 horas locais (13.23 horas em Portugal continental), de acordo com a agência noticiosa France-Press. "As circunstâncias do incidente ainda não são conhecidas", acrescenta.

Philippe Magistretti, presidente daquela empresa, disse à Reuters que "cerca de 100 equipas de resgate estão no local" e "militares que estavam no local para o campeonato do Mundo" do circuito alpino feminino.

"Havia cerca de 8000 esquiadores nas encostas, o que significa um bom dia para a zona", disse Magistretti.

Equipas de resgate, com dois helicópteros, estão no local à procura de sobreviventes e a avaliar se há mais vítimas.

O portal de Internet da área do esqui indicou que o risco de avalanche foi de 2 numa escala de 1 a 5, em que cinco é o mais perigoso.

O resort deverá sediar as corridas do circuito alpino feminino do Campeonato do Mundo no próximo fim de semana.

Imobusiness