Venezuela

Vaticano vai ativar plano de apoio para venezuelanos refugiados

Vaticano vai ativar plano de apoio para venezuelanos refugiados

O Vaticano vai ativar, a partir da próxima semana, um plano de apoio para os cidadãos venezuelanos que fogem do país e se radicam em outras regiões da América do Sul.

"O Dicastério para o Serviço de Desenvolvimento Humano Integral, que se ocupa da imigração, quer, com este programa, dar respostas concretas aos desafios que apresenta a emigração massiva de venezuelanos (...) nas distintas fases, desde a partida do país, à chegada a outros países ou um eventual regresso", anunciou o cardeal venezuelano Baltazar Porras.

Em declarações à venezuelana Unión Rádio, Baltazar Porras, que também é arcebispo de Mérida, explicou que se trata do plano pastoral "Pontes de Solidariedade" e que a Igreja Católica oferecerá agasalhos, alimentação e orientação aos migrantes que saem da Venezuela.

Também ajudará os venezuelanos quanto a documentação, vistos, possibilidades de trabalho e apoios para familiares.

Nesse sentido vão realizar-se diversos encontros, na próxima semana, no Chile e na Colômbia, centrados nas realidades de cada país e das localidades em que os migrantes podem ser recebidos.

Fontes não oficiais dão conta de que nos últimos dois anos 1,5 milhões de venezuelanos deixaram o seu país, fugindo da crise político-económica e social que afeta a Venezuela.

Imobusiness