Contrato

Israel compra três submarinos à Alemanha

Israel compra três submarinos à Alemanha

Israel assinou, esta quinta-feira, um acordo com a Alemanha para a compra de três submarinos do grupo alemão ThyssenKrupp Marine Systems (TKMS) no valor de três mil milhões de euros, anunciou o Ministério da Defesa israelita.

O Governo alemão financiará parte da compra com uma doação única, conforme o acordo entre os dois países em 2017.

Este acordo surge no final de um "processo de planeamento e negociação que durou vários anos", declarou o ministro da Defesa israelita, Benny Gantz, citado num comunicado divulgado pelo seu ministério.

Gantz fez questão de "agradecer ao Governo alemão pela sua ajuda no avanço deste acordo e pelo seu compromisso com a segurança de Israel".

"A aquisição de três submarinos avançados e operacionais soma-se a uma série de medidas que tomamos no ano passado para equipar e fortalecer o exército israelita", explicou o ministro israelita.

O acordo também prevê a construção de um simulador de treino em Israel e o fornecimento de peças de reposição.

Os três submarinos fazem parte de uma nova série chamada "Dakar" e serão entregues nos próximos nove anos, referiu o comunicado.

PUB

Autoridades israelitas e alemãs assinaram este acordo dias antes de Israel votar pelo estabelecimento de um comité governamental para investigar a aquisição de submarinos e outros navios de guerra da Thyssenkrupp entre 2009 e 2016, durante a gestão do então primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu [de 2009 a junho passado].

Os submarinos agora adquiridos não estão diretamente relacionados com esse escândalo, conhecido como 'Caso 3000'.

Vários empresários israelitas, incluindo pessoas de confiança de Netanyahu e um ex-comandante da Marinha, são suspeitos de corrupção envolvendo a compra de armamento naval da Thyssenkrupp.

Netanyahu não foi apontado como suspeito nesse escândalo, mas atualmente está a ser julgado em três outros casos de corrupção.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG