Mundo

Israel recusa diálogo com Governo palestiniano que inclua o Hamas

Israel recusa diálogo com Governo palestiniano que inclua o Hamas

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, garantiu, este domingo, que recusará promover conversações com a Autoridade Palestiniana caso o Governo desta entidade inclua representantes do movimento Hamas, afirmou a rádio pública israelita.

"Netanyahu declarou que, caso o Hamas integre o Governo palestiniano, recusará promover negociações de paz com a Autoridade Palestiniana", indicou a rádio.

De acordo com a emissora, o primeiro-ministro emitiu as declarações durante a conferência anual dos embaixadores israelitas em Jerusalém.

Interrogado pela agência noticiosa AFP sobre estes comentários, o porta-voz do primeiro-ministro, Mark Regev, indicou que "foram feitas à porta fechada".

O movimento islamista Hamas é considerado como grupo terrorista por Israel, EUA, União Europeia e vários países da comunidade internacional.