Mundo

Israel vai pedir à Ibéria punição de piloto que anunciou chegada à "Palestina"

Israel vai pedir à Ibéria punição de piloto que anunciou chegada à "Palestina"

Israel vai pedir à companhia aérea Iberia que puna o piloto que ao aterrar, quarta-feira, em Telavive anunciou a chegada à "Palestina", indicaram, esta quinta-feira, à agência Efe fontes do Ministério dos Negócios Estrangeiros israelita.

"O embaixador em Madrid vai escrever uma dura carta ao presidente da Ibéria em que vai pedir que se sancione o piloto", disse Emanuel Nahshon, porta-voz da diplomacia israelita à agência noticiosa espanhola.

O episódio ocorreu, presumivelmente, no voo 3316, procedente de Madrid, durante o qual o piloto, após a aterragem, deu as boas-vindas à "Palestina" em vez de a "Telavive" ou "Israel".

Testemunhas citadas pelo jornal Yediot Aharonot indicaram que essa foi a mensagem em espanhol, mas que em inglês disse "bem-vindos a Telavive".

O caso, que foi divulgado pels redes sociais e hoje está na imprensa, indignou israelitas que seguiam a bordo e que entendiam espanhol, tendo alguns recriminado o piloto aquando do desembarque, segundo o mesmo diário.

Um porta-voz, aparentemente local, da transportadora aérea espanhola reconheceu que o comandante do avião cometeu um "erro" que foi "corrigido" no anúncio proferido em língua inglesa.

Segundo o Yediot, a empresa pediu desculpa, assegurou que seria aberta uma investigação e que o piloto não voltará a efetuar essa rota até que o episódio seja devidamente esclarecido.

PUB

Há uns meses, refere a Efe, um piloto da companhia aérea italiana Alitalia fez o mesmo anúncio antes de aterrar e foi retirado dessa rota.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG