Covid-19

Itália e Grécia autorizam uso da vacina AstraZeneca em maiores de 65 anos

Itália e Grécia autorizam uso da vacina AstraZeneca em maiores de 65 anos

A Itália e a Grécia aprovaram esta segunda-feira o uso da vacina da AstraZeneca contra a covid-19 em maiores de 65 anos, depois de recolherem dados que demonstram a fiabilidade do fármaco para proteger grupos de idade mais avançada.

Em comunicado, o Ministério da Saúde italiano especificou que a vacina poderia ser usada nessa faixa etária, com exceção para pessoas "extremamente vulneráveis", em particular aquelas com defesas imunológicas enfraquecidas ou com medicação que as tornam vulneráveis ao novo coronavírus.

O ministro da Saúde, Roberto Speranza, anunciou no domingo que esta decisão faz parte da política do Governo para acelerar a campanha de vacinação.

Já os gregos, que há um mês aconselharam o uso deste fármaco em menores de 65 anos por falta de dados sobre a eficácia da vacina nos mais velhos, juntam-se agora a outros países europeus que adotaram uma medida semelhante nos últimos dias, como a Alemanha, Suécia ou França.

Em Itália, cerca de 5,4 milhões de doses foram inoculadas (8,96% da população), com apenas 1,65 milhões de pessoas a receberem a segunda dose, enquanto na Grécia 1.091.749 pessoas receberam a primeira dose, (10,47% da população).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG