Covid-19

Itália regista mais de 17 mil novos casos e 343 mortes nas últimas 24 horas

Itália regista mais de 17 mil novos casos e 343 mortes nas últimas 24 horas

A Itália registou 17.083 novos casos de ​​​​​​​covid-19 e 343 mortes nas últimas 24 horas, segundo o Ministério da Saúde, no dia em que a Sociedade de Virologia Italiana anunciou ter isolado em Brescia a variante descoberta na Nigéria.

Este número representa um forte aumento em comparação com os 13 mil contágios de segunda-feira, embora mais testes tenham sido realizados, com 335.983 hoje perante os quase 170 mil do dia anterior.

Em todo o país, 2.995.434 já foram infetadas e 98.288 pessoas morreram desde o início da emergência sanitária, há um ano.

Dos 389.433 atualmente positivos, 21.897 estão hospitalizados (mais 496 do que na segunda-feira), dos quais 2237 estão internados em Unidades de Cuidados Intensivos (mais 38).

Em relação à campanha de vacinação, o número de doses inoculadas até ao momento é de 4.434.131, enquanto 1.424.677 pessoas já receberam a segunda dose.

Esta terça-feira, o presidente da Sociedade de Virologia Italiana, Arnaldo Caruso, informou que a variante descoberta na Nigéria do SARS-CoV-2 foi isolada pela primeira vez em Brescia.

"Pela primeira vez em Itália, isolamos um vírus que carrega uma das mutações que preocupam porque poderia conferir resistência às vacinas contra a covid-19 já disponíveis", apontou.

PUB

As regiões italianas continuam a ser classificadas em cores - do branco ao vermelho - dependendo do risco que representam.

Neste momento, 10 estão em categoria laranja, o nível intermédio com duras limitações e apenas duas estão confinadas em vermelho, Basilicata e Molise, no sul.

Por outro lado, a ilha de Sardenha está na zona "branca", apenas com limitações.

A pandemia de ​​​​​​​covid-19 provocou, pelo menos, 2.539.505 mortos no mundo, resultantes de mais de 114,3 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG