Coreia do Norte

Japão analisa "com atenção" a execução de tio do líder norte-coreano

Japão analisa "com atenção" a execução de tio do líder norte-coreano

O Governo de Japão disse esta sexta-feira que analisa "com muita atenção" a informação sobre a execução de Jang Song-Thaek, tio do líder norte-coreano, e mostrou cautela perante as alterações políticas que possam ocorrer na Coreia do Norte.

"Estamos a analisar com muita atenção as alterações políticas que se possam produzir na Coreia do Norte enquanto estamos em contacto com outros países para reunir a informação relevante sobre este caso", disse o ministro porta-voz do Governo japonês, Yoshihide Suga, em conferência de Imprensa.

O ministro insistiu que estão a analisar se a execução de Jang Song-Thaek terá algum efeito nas inexistentes relações diplomáticas entre o Japão e Coreia do Norte, cujo principal ponto de discórdia é o sequestro de cidadãos nipónicos pelas autoridades do regime norte-coreano durante as décadas de 1970 e 1980.

A Coreia do Norte confirmou hoje que Jang Song-Thaek, considerado até há pouco como a segunda figura do regime, foi executado na quinta-feira, pouco depois de ter sido condenado por um tribunal militar especial por vários delitos, incluindo o de tentar derrubar o Estado.

A Coreia do Norte tinha confirmado oficialmente na segunda-feira a demissão, por praticar "atos criminosos" e dirigir "uma fação contrarrevolucionária", do influente Jang Song-Thaek.