Japão

Japonesa morre após 15 anos fechada num quarto pelos pais

Japonesa morre após 15 anos fechada num quarto pelos pais

Uma japonesa de 33 anos morreu de frio na semana passada, após ter estado mais de 15 anos trancada num quarto pelos seus pais.

Airi Kakimoto foi trancada pelos pais num pequeno quarto desde os 17 anos. Morreu de frio dentro de casa, na cidade de Neyagawa, província de Osaka, segundo a autópsia. O seu corpo, removido no sábado pelas autoridades após um telefonema dos pais, revelou um estado de extrema malnutrição, pesando apenas 19 quilos quando media 1,45 metros. Tinha 33 anos.

De acordo com o "The Japan Times", o casal confessou à polícia que apenas alimentava a filha "uma vez por dia" e que a mantinha fechada no quarto porque tinha uma doença mental que a tornava violenta.

O quarto, de apenas três metros quadrados, não teria aquecimento e estaria equipado com uma casa de banho provisória, uma porta dupla que só poderia ser aberta do lado de fora, uma câmara de vigilância e um tubo ligado a um tanque instalado na parte exterior da casa para que a mulher pudesse beber água.

De acordo com a polícia, citada pelo "The Japan Times", os pais de Airi, Yasutaka Kakimoto, de 55 anos e Yukari Kakimoto, de 53, tinham renovado a casa e adicionado aquele quarto para por a filha.

As autoridades acreditam que a mulher já se encontrava morta desde o dia 18 de dezembro e que algumas feridas no corpo da vítima denotavam que teria estado acamada.

A polícia está a recolher provas para sustentar acusações de confinamento e abandono de responsabilidade como pais. O casal Kakimoto foi preso por abandono de cadáver.