JN Comunidades

Angola: futuro incógnito para comunidade portuguesa

Angola: futuro incógnito para comunidade portuguesa

As incertezas sobre o reinício das viagens internacionais para Luanda preocupam muitos portugueses que trabalham em Angola e estão retidos em Portugal, desde março, devido ao fecho das fronteiras angolanas.

O país africano encerrou o espaço aéreo a 20 de março, para conter a pandemia da covid-19, com exceção de voos humanitários e de carga, e tem prevista a retoma dos voos comerciais esta terça-feira, dia 30 de junho, ainda sujeitos à confirmação das autoridades sanitárias, segundo o decreto executivo conjunto 180/2020, que regula o regresso ao país de cidadãos nacionais e estrangeiros durante o período de calamidade pública, que vigora desde 26 de maio.

No entanto, as condições de quarentena e a realização de testes para despistar a covid-19, não estão suficientemente claras, de acordo com alguns portugueses que continuam sem saber quando poderão voltar a Luanda. Para Miguel (nome fictício), empresário da área alimentar, o regresso só vai ser possível "quando a situação estiver esclarecida" e perceber como vai funcionar a quarentena e os custos que envolve.

Leia mais em Bom Dia

Outras Notícias