Luxemburgo

"Antes de lhes construírem as casas, os portugueses ensinaram aos luxemburgueses o que era cultura"

"Antes de lhes construírem as casas, os portugueses ensinaram aos luxemburgueses o que era cultura"

Quando no início de outubro a Biblioteca Nacional do Luxemburgo mudou de instalações, um bibliotecário descobriu um tesouro no meio dos caixotes onde estavam guardadas as velhas relíquias literárias. Livros de astronomia, gramática e retórica escritos por jesuítas portugueses - e que serviram de base à educação de um povo inteiro. História perdida na História.

Quando se desce às catacumbas da nova Biblioteca Nacional do Luxemburgo, inaugurada no início de outubro em Kirchberg, é preciso usar um casaco. É ali que ficam os depósitos das obras que sobreviveram aos séculos e constituem hoje o grande tesouro literário do país. Enquanto que o resto do edifício está aquecido a uma temperatura entre 21 e 22 graus, aqui os termómetros marcam 15 - para evitar a deterioração do papel.

Leia mais em Contacto

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG