JN Comunidades

Consulado de Paris: faltam recursos para recuperar o atraso de milhares de marcações anuladas

Consulado de Paris: faltam recursos para recuperar o atraso de milhares de marcações anuladas

Depois de dois meses encerrado por causa da pandemia de covid-19, o consulado geral de Portugal em Paris está com algumas dificuldades em recuperar o atraso na emissão de atos consulares. Por exemplo, quem quiser renovar o cartão do cidadão tem de esperar cerca de 3 meses para conseguir ter uma marcação.

O cônsul geral de Portugal em Paris reconhece a dificuldade que representa esta recuperação: por um lado, falta de funcionários, por outro, o respeito das regras sanitárias de forma a não concentrar muita gente dentro do Posto. Trata-se de uma equação com duas variáveis que Carlos Oliveira tenta gerir.

Quando chegou a Paris, vindo da Argélia - onde era embaixador de Portugal - Carlos Oliveira não esperava ser acolhido com o espetacular encerramento de todos os postos consulares em França: "foi uma novidade na minha carreira profissional. Não era algo com o qual eu soubesse lidar, foi necessário ajustar a atuação ao desenvolvimento da situação".

PUB

Leia mais em LusoJornal

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG