Luxemburgo

Emigrantes portugueses e belgas no Luxemburgo são os que menos aceitam vacinar-se contra a covid-19

Emigrantes portugueses e belgas no Luxemburgo são os que menos aceitam vacinar-se contra a covid-19

Uma sondagem realizada no Luxemburgo revela que os portugueses e os belgas são os mais reticentes a receber a vacina anti-covid. No total, 55% dos residentes quer vacinar-se.

"Se for aprovada e disponibilizada uma vacina que o protege contra a covid-19, qual será a probabilidade de querer ser vacinado?". Esta foi a pergunta colocada por cientistas do Laboratório Nacional da Saúde e da Direção da Saúde à população do Luxemburgo, entre 30 de novembro e 5 de dezembro.

No total dos inquiridos, 55% admitiu querer ser vacinado contra o vírus da epidemia, enquanto 32% disse não pretender receber a vacina ou considerou "ser pouco provável" que venha a querer ser vacinado. Três por cento ainda não têm a certeza.

Leia mais em Contacto

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG