França

Empresas portuguesas ajudam a duplicar habitantes junto a Paris

Empresas portuguesas ajudam a duplicar habitantes junto a Paris

Empresas portuguesas estão envolvidas num projeto arrojado de duplicação de habitantes, na cidade de Louvres, a cerca de 20 quilómetros a norte de Paris, através da construção de 2500 casas para os sete mil novos moradores que se vão instalar até ao ano de 2030.

É a segunda vez que Louvres duplicará o número de residentes, mas agora de uma forma planificada, já que entre 1968 e 1975 o crescimento, imprevisto, ficou a dever-se à nova estação ferroviária naquela cidade, porque tem a ligação ao Aeroporto Charles de Gaulle.

Mas a par das novas habitações estão a ser também construídos equipamentos sociais para harmonizar o aumento de habitantes, como aquele que foi inaugurado este fim de semana, o Centro Escolar Universalis, com 18 salas destinadas a infantário e para ensino básico.

José Correia, CEO da JC GROUP, universo empresarial sediado em Braga, que construiu o equipamento escolar, em Louvres, afirmou ao JN ter "a sorte em arrancar com esta obra, de um nível mais elevado, devido à grande complexidade, em termos de segurança e inovações didáticas para crianças, num bom projeto de arquitetura, graças ao apoio e confiança que tivemos, principalmente de Jean-Marie Fossier, maire de Louvres".

"Esta aposta em França, teve a ver com a estratégia em diversificar os mercados onde estamos mais implantados, que são o português, o angolano e o brasileiro, pelo que era muito importante esta grande obra de referência aqui junto a Paris, porque já temos mais construções em curso em França".

A JC GROUP é um universo de 22 empresas, atuando em várias áreas económicas com 650 colaboradores diretos já nos continentes Europa, África e América, em crescendo, tendo para este ano prevista uma faturação de cerca de 70 milhões de euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG