Comunidades portuguesas

Escolas Portuguesas no Estrangeiro seguem calendário próprio

Escolas Portuguesas no Estrangeiro seguem calendário próprio

As Escolas Portuguesas no Estrangeiro (EPE), onde estudam cerca de 6.000 alunos, estão este ano dispensadas de seguir o calendário escolar português, uma vez que as suas medidas contra a covid-19 dependem da evolução local da pandemia, segundo fonte oficial.

Estas seis escolas, que funcionam em Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Macau, seguem os planos e os programas dos ensinos básico e secundário em vigor no sistema educativo português.

Tuteladas pelo Estado português, as EPE seguem o calendário escolar português, mas não o atual, alterado devido à covid-19.

Leia mais em Bom Dia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG