Luxemburgo

Fronteiriços podem ficar em teletrabalho até junho de 2021 sem perder segurança social luxemburguesa

Fronteiriços podem ficar em teletrabalho até junho de 2021 sem perder segurança social luxemburguesa

Depois de ter concordado manter o regime de teletrabalho sem qualquer dupla tributação até março, por causa da pandemia, o Grão-Ducado decidiu garantir aos fronteiriços que continuam filiados na segurança social luxemburguesa, de acordo com um comunicado do Ministério da Segurança Social.

Qualquer trabalhador fronteiriço que se veja obrigado a continuar a sua atividade profissional longe do local de trabalho continuará, sem quaisquer problemas, inscrito no sistema de segurança social do país onde não vive mas trabalha. "Este acordo é importante para evitar uma mudança de filiação no caso de o limiar de 25% previsto na legislação europeia ser ultrapassado para os trabalhadores em causa", explica o governo em jeito de antecipação do que aí vem.

Leia mais em Contacto

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG