República Democrática do Congo

Há portugueses detidos na República Democrática do Congo

Há portugueses detidos na República Democrática do Congo

O deputado social-democrata José Cesário expôs "vários casos" de portugueses detidos com autorizações de residência expiradas na República Democrática do Congo, alegadamente por causa de falhas dos serviços consulares portugueses.

Em causa está, segundo o deputado do PSD eleito pelo círculo Fora da Europa, a falta de resposta da Embaixada de Portugal em Kinshasa, que tem jurisdição sobre a República Democrática do Congo e a República do Congo.

"A Embaixada de Portugal em Kinshasa não tem nenhum funcionário qualificado para a prática de atos essenciais, como a recolha de dados para cartões de cidadão e passaportes", disse José Cesário, que esta quinta-feira, dia 4 de março, questionou sobre o assunto, no parlamento, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Leia mais em Bom Dia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG