Venezuela

Festividade portuguesa mantém-se apesar da instabilidade

Festividade portuguesa mantém-se apesar da instabilidade

Portugueses radicados na Venezuela voltaram a homenagear o mártir São Sebastião, uma festividade anual que atrai cada vez menos fiéis devido à crise económica no país e ao aumento da emigração.

"Estávamos acostumados a ter uma festa de 500 a 600 pessoas, mas a situação na Venezuela, hoje, é muito diferente porque implica muito esforço, principalmente económico", disse o presidente da Associação Civil Amigos de Terras de Santa Maria da Feira (AATSMF), Rodrigo Ferreira, a propósito da festividade, que este ano contou com a participação de pouco mais de cem pessoas.

Leia mais em Bom Dia

ver mais vídeos